AVALIAÇÃO DE DIFERENTES MÉTODOS ARTIFICIAIS NA SUPERAÇÃO DE DORMÊNCIA DE Hymenaea courbaril

Nayguel Sabino Sousa, Brenno Souza Mundim Porto, Weverson Junio da Silva, Jéssica Davi de Aquino, Maycon Eduardo Ferreira Silva, Gustavo Ferreira Pereira, Leonardo Machado da Silva, Thiago Luiz de Souza, Thays Cunha Vieira, Cássio Resende de Morais

Resumo


No Brasil, espécies arbóreas do gênero Hymenaea são conhecidas como Jatobás,
sendo caracterizadas por plantas que produzem frutos compridos em forma de vargens
arredondados, de cor escura, com sementes envolvidas por uma polpa amarelo-pálida,
farinácea, adocicada, comestível de sabor e aroma característicos. H. courbaril é uma espécie
vegetal de grande importância no cerrado, sendo a propagação de mudas em viveiro de suma
importância no intuito de possibilitar a identidade das áreas florestas em processos de
reflorestamento ou recuperação de áreas degradadas, impactadas por atividade
antropogênicas. Nesse sentido, o presente trabalho teve como objetivo avaliar diferentes
métodos artificiais no processo de quebra de dormência de H. courbaril. Sementes de H.
courbaril foram submetidas ao processo de escarificação química por 10 minutos na
concentração de 100, 80, 60 e 40% de H2SO4. Escarificação física foi aplicada na porção
lateral das sementes com auxílio de lixa. Tratamento térmico foi realizado em sementes nas
temperaturas de 100, 80 e 60°C. Foi aplicado tratamento de sementes por choque térmico nas
temperaturas de 100, 80 e 60°C por 10 minutos, seguido de imersão em água corrente por 5
minutos. Nas condições experimentais avaliadas e em H. courbaril, o método de escarificação
química com 80% de H2SO4 por 10 min de imersão demonstrou o melhor método de
superação de dormência em sementes de jatobá, apresentando também maior velocidade de
geminação, bem como melhor desenvolvimento de mudas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexado por

ISSN: 2238-4405