AVALIAÇÃO DE MÉTODOS DE QUEBRA DE DORMÊNCIA EM SEMENTES DE Annona muricata L.

Jaqueline Fialho Moreira, Angelica Laine Cunha, João Paulo Costa, Luciana Alves de Sousa

Resumo


A graviola (Annona muricata L.) é uma espécie frutífera exótica da família Annonaceae, de grande importância econômica. Suas sementes apresentam dormência ocasionada pela impermeabilidade do tegumento à água, necessitando assim de métodos para superação desta. O objetivo é identificar e avaliar diferentes métodos para superação de dormência. Os tratamentos consistiram em: ácido acético (2 min), ácido lático (2 min), escarificação com liquidificador e testemunha. Após montagem em bandejas de areia (quatro repetições de 25 sementes) foram mantidos em câmara de germinação do tipo Mangelsdorf utilizando-se fotoperíodo de 12 horas de claro e 12 horas de escuro, temperatura de 25°C. Para avaliação foram utilizados índice de germinação (IVG), comprimento de hipocólito (CH), massa verde (MV), e comprimento da radícula (CR). A duração média do ensaio foi de trinta dias. Pelos resultados da analise de variância da porcentagem de germinação e índice de velocidade de germinação, ao comparar os tratamentos foi verificado que o tratamento com ácido acético e com ácido lático foram os melhores tratamentos, ou seja,  as sementes tiveram um IVG maior em comparação com a escarificação com o liquidificador. Observou-se que todos os métodos pré-germinativos para a superação de dormência de sementes de graviola foram eficientes para favorecer a embebição e o consequente amolecimento do tegumento e favorecer a germinação das sementes, mas pode-se concluir que o tratamento com ácido acético e ácido lático foram os melhores tratamentos, mostrando que esses métodos podem ser utilizados para superar a quebra de dormência das sementes de graviola com eficiência.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexado por

ISSN: 2238-4405