PERDAS DE CRÉDITO ESPERADAS E IFRS 9: UMA ANÁLISE COM SIMULAÇÃO DE MONTE CARLO E RISCOS PROPORCIONAIS DE COX

Andressa Soreira, Luiz Paulo Fávero, Ricardo Goulart Serra, Nuno Manoel Martins Dias Fouto

Resumo


A norma internacional Financial Instruments do International Financial Reporting Standards (IFRS 9), que passa a vigorar com adoção obrigatória a partir de 1º de janeiro de 2018, prevê um provisionamento de perdas de crédito esperadas desde o início do contrato com ponderação pelo risco de crédito associado e uma revisão desse montante durante toda a vida daquele contrato. Essa nova dinâmica de cálculo requer tratamentos estatísticos específicos para que sejam corretamente tratadas as probabilidades de default, bem como os valores expostos passíveis de perda e suas variações no tempo. Este trabalho aborda esta nova dinâmica, com o intuito de oferecer subsídios à compreensão da relação entre a norma e os parâmetros de risco necessários para o cálculo do montante a ser provisionado, visando satisfazer a abordagem forward-looking e a incorporação de informações macroeconômicas, a partir de simulação de Monte Carlo e por meio da estimação de modelos de riscos proporcionais de Cox, que consistem em uma abordagem semiparamétrica que leva em consideração a existência de dados censurados para a elaboração de cálculos de probabilidades e curvas de sobrevivência e para a definição da função da taxa de risco de ocorrência do evento em questão. Como resultado, observa-se que as estimações das perdas sob a IFRS 9 são mais tempestivas quando comparadas à norma anterior, já que minimizam as perdas em épocas de crise. Além disso, a abordagem sugerida por meio da modelagem de riscos proporcionais de Cox é adequada ao conceito de estágios pelo qual a nova norma é caracterizada. Para as análises propostas, foram utilizados dados simulados a partir de distribuições teóricas conhecidas dos parâmetros envolvidos, a partir dos quais foram obtidos resultados que fornecem uma prévia do que se pode esperar da aplicação prática da IFRS 9.

Palavras-chave


Perdas de Crédito Esperadas; IFRS9; Riscos Proporcionais de Cox

Texto completo:

PDF

Referências


ALTMAN, E. I. Financial ratios, discriminant analysis and the prediction of corporate bankruptcy. Journal of Finance, New York, v. 23, n. 4, p. 589-609, 1968.

ARELLANO, C. Default risk and income fluctuations in emerging economies. American Economic Review, Pittsburgh, v. 98, n. 3, p. 690-712, 2008.

AZIZ, J.; CHARUPAT, N. Calculating credit exposure and credit loss: a case study. Algo Research Quarterly, Toronto, v. 1, n. 1, p. 31-46, 1998.

BAESENS, B.; RÖSCH, D.; SCHEULE, H. Credit risk analytics: measurement techniques, applications, and examples in SAS. New York: John Wiley & Sons, 2016.

BANCO CENTRAL DO BRASIL. Resolução no 2.682, de 21 de dezembro de 1999. Dispõe sobre critérios de classificação das operações de crédito e regras para constituição de provisão para créditos de liquidação duvidosa. Brasília, DF. Disponível em: . Acesso em: 03 set. 2018.

BANCO CENTRAL DO BRASIL. Resolução no 3.786, de 24 de setembro de 2009. Dispõe sobre a elaboração e a divulgação de demonstrações contábeis consolidadas com base no padrão contábil internacional emitido pelo International Accounting Standards Board (IASB). Brasília, DF. Disponível em:

. Acesso em: 03 set. 2018.

BANGIA, A.; DIEBOLD, F. X.; KRONIMUS, A. Ratings migration and the business cycle, with application to credit portfolio stress testing. Journal of Banking & Finance, New York, v. 26, n. 2-3, p. 445-474, 2002.

BARTH, M. E.; LANDSMAN, W. R. How did financial reporting contribute to the financial crisis? European Accounting Review, Brussels, v. 19, n. 3, p. 399-423, 2010.

COLOSIMO, E. A.; GIOLO, S. R. Análise de sobrevivência aplicada. São Paulo: Blucher, 2006.

COX, D. R. Regression models and life-tables. Journal of the Royal Statistical Society: Series B (Methodological), London, v. 34, n. 2, p. 187-220, 1972.

DINIZ, C.; LOUZADA, F. Métodos estatísticos para análise de dados de crédito. In: BRAZILIAN CONFERENCE ON STATISTICAL MODELLING IN INSURANCE AND FINANCE, 6., 2013, Maresias, SP. Anais... São Paulo: USP, 2013, p. 1-124.

FÁVERO, L. P.; BELFIORE, P. Manual de análise de dados: estatística e modelagem multivariada com Excel®, SPSS® e Stata®. Rio de Janeiro: Elsevier, 2017.

FERRARI, S. L. P.; CRIBARI-NETO, F. Beta regression for modelling rates And proportions. Journal of Applied Statistics, London, v. 31, n. 7, p. 799-815, 2004.

FLORES, J. A. E.; BASUALDO, T. L.; SORDO, A. R. Q. Regulatory use of system-wide estimations of PD, LGD and EAD. Financial Stability Institute. Switzerland, 2010.

HU, P.; TSIATIS, A. A.; DAVIDIAN, M. Estimating the parameters in the Cox model when covariate variables are measured with error. Biometrics, New York, v. 54, n. 4, p. 1407-1419, 1998.

IAS - INTERNATIONAL ACCOUNTING STANDARD. IAS 39. 24 jul. 2014. Disponível em: . Acesso em: 03 set. 2018.

IASB - INTERNATIONAL ACCOUNTING STANDARDS BOARD. IFRS 9 Financial Instruments – Project Summary. 24 jul. 2014. Disponível em: . Acesso em: 03 set. 2018.

IEDA, A.; MARUMO, K.; YOSHIBA, T. A. Simplified method for calculating the credit risk of lending portfolios. Monetary and Economic Studies, Tokyo, v. 18, n. 2, p. 49-82, 2000.

INTERNATIONAL FINANCIAL REPORTING STANDARD. IFRS 9 Financial Instruments, de 24 de julho de 2014. Dispõe sobre os requerimentos para classificação e mensuração, impairment, hedge accounting e reconhecimento, substituindo o IAS 39. London. Disponível em: < https://www.iasplus.com/en/standards/ifrs/ifrs9>. Acesso em 06 fev. 2019.

IQBAL, N.; ALI, S. A. Estimation on probability of defaults (PD) for low default portfolios: an actuarial approach. In: ENTERPRISE RISK MANAGEMENT SYMPOSIUM, 4., 2012, Washington, DC. Anais eletrônicos... Washington: Canadian Institute of Actuaries, Casualty Actuarial Society and Society of Actuaries, 2012. Disponível em: . Acesso em: 03 set. 2018.

KIM, D.; SANTOMERO, A. M. Forecasting required loan loss reserves. Journal of Economics and Business, Amsterdam, v. 45, n. 3-4, p. 315-329, 1993.

KLEFVENBERG, L.; NORDLANDER, V. IFRS 9 replacing IAS 39: a study about how the implementation of the Expected Credit Loss Model in IFRS 9 is believed to impact comparability in accounting. 2015. 36 f. Bachelor’s Thesis (Department of Business Studies). Uppsala University, Suécia, 2015.

KPMG. First impressions: IFRS 9 financial instruments, New York, set. 2014. Disponível em: . Acesso em 03 set. 2018.

KUMAR, H. M. Cyclicality factor in probability of default: an illustration. LinkedIn, 30 ago. 2016. Disponível em: . Acesso em: 03 set. 2018.

MACEDO, C. G. Determinação da perda de crédito por meio de modelos estruturais: aplicação da abordagem de Implied Market Loss Given Default. 2014. 88 f. Dissertação (Mestrado em Controladoria e Contabilidade) - Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014.

MESTER, L. J. What’s the point of credit scoring? Business Review - Federal Reserve Bank of Philadelphia, Philadelphia, n. 5, p. 3-16, 1997.

MIAN, A.; SUFI, A. The consequences of mortgage credit expansion: evidence from the U.S. mortgage default crisis. The Quarterly Journal of Economics, Oxford, v. 124, n. 4, p. 1449-1496, 2009.

NARAIN, B. Survival analysis and the credit granting decision: credit scoring and credit control. Oxford: Oxford University Press, 1992.

PAZZOTO, B. B. Modelagem da perda esperada: uma alternativa para tratar o efeito da correlação entre a PD e LGD. 2012. 70 f. Dissertação (Mestrado em Finanças e Economia de Empresas) - Escola de Economia da Fundação Getúlio Vargas, São Paulo, 2012.

QUERCI, F. Loss given default on a medium-sized Italian bank’s loans: an empirical exercise. In: EUROPEAN FINANCIAL MANAGEMENT ASSOCIATION ANNUAL MEETING, 3., 2007, Milan, Italy. Anais eletrônicos... Milan: European Financial Management Association, 2007. Disponível em: < https://www.researchgate.net/publication/265106756_Loss_Given_Default_on_a_medium-sized_Italian_bank's_loans_an_empirical_exercise>. Acesso em: 06 fev. 2019.

SANTOS, M. A.; FÁVERO, L. P.; DISTADIO, L. F. Adoption of the International Financial Reporting Standards (IFRS) on companies’ financing structure in emerging economies. Finance Research Letters, Amsterdam, v. 16, n. 1, pp. 179-189, 2015.

SCANDIZZO, S. Loss given default models. In: The validation of risk models. Applied Quantitative Finance Series. London: Palgrave Macmillan, 2016.

SCHUERMANN. T. What do we know about loss given default? Credit risk models and management. London: Risk Books, 2004.

SILVA, A. C. M.; MARINS, J. T. M.; NEVES, M. B. E. Loss Given Default: um estudo sobre perdas em operações prefixadas no mercado brasileiro. Banco Central do Brasil, Trabalhos para Discussão nº 193, 2009.

SOREIRA, A. Mudanças geradas pela IFRS 9 e operacionalização do provisionamento de perdas de crédito esperadas. 2018. 86 f. Dissertação (Mestrado em Controladoria e Contabilidade) - Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018.

STEPANOVA, M.; THOMAS, L. Survival analysis methods for personal loan data. Operations Research, Catonsville, v. 50, n. 2, p. 277-289, 2002.

TERRANCE, C.; O’DONNELL, B. Regulatory compliance and financial stability: the challenges of implementing IFRS 9 - Part 2, Toronto, 07 set. 2017. Disponível em: . Acesso em: 06 fev. 2019.

TOLEDO FILHO, J. R. T.; KROENKE, A.; SÖTHE, A. Impacto da crise do subprime na provisão do risco de crédito dos maiores bancos nacionais. Revista Brasileira de Gestão de Negócios, São Paulo, v. 11, n 32, p. 248-259, 2009.

VASCONCELLOS, R. S. Modelos de escoragem de crédito aplicados a empréstimo pessoal com cheque. 2004. 44 f. Dissertação (Mestrado em Finanças e Economia de Empresas) - Escola de Economia da Fundação Getúlio Vargas, São Paulo, 2004.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Classificação B4 no sistema de avaliação  de periódicos Qualis/CAPES, no quadriênio 2013-2016, nas áreas de  Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo; Educação; e, Interdisciplinar.

Esta revista foi indexada (2017) no Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal - LATINDEX. (http://www.latindex.unam.mx/latindex/ficha?folio=25833)

ISSN: 2357-9048