Letras Português/Espanhol

Letras Português/Espanhol

Licenciatura Letras Português/Espanhol

Autorizado pela Portaria Ministerial nº 247, de 31 de maio de 2013
Regime: Semestral
Modalidade: Licenciatura
Turno: Noturno
Nº de vagas: 50 vagas
Duração: 3 anos (6 períodos)
Critérios de avaliação: 100 pontos distribuídos por semestre, sendo necessário a obtenção de, no mínimo, 60 pontos para aprovação.
Coordenador(a): Professor Mestre Heber Junio Pereira Brasão
E-mail: letras@fucamp.edu.br

Apresentação

O curso de Letras possibilita ao aluno desenvolver sua capacidade intelectual e criativa por meio da linguagem, considerada nas suas múltiplas funções, apreendida na diversidade das línguas e na produção literária. Desse modo, o curso de Letras tem como eixo epistemológico a linguagem, capacidade complexa própria do homem. Esse núcleo perpassa todo o curso, em sua Grade Curricular. O gosto pela leitura, pelo estudo da linguagem nos seus diversos aspectos, a sensibilidade para a percepção estética e a capacidade para a análise crítica constituem o perfil do candidato ao curso e ao futuro profissional de Letras.

Destina-se o curso de Letras da FACIHUS à: 1) formação de professores para a escola de ensino fundamental e/ou ensino médio, compreendendo as licenciaturas em Português, Espanhol, e respectivas literaturas; 2) a capacidade de direcionamento da atuação profissional inclui, portanto, além do magistério e da pesquisa no campo de estudos lingüísticos e literários, funções como a de revisor de textos, roteirista, secretário, assessor cultural, crítico literário, em suma, o desenvolvimento de atividades que têm como foco principal a linguagem em uso.

Objetivos

Desse modo, este projeto baseia-se numa concepção formativa que traz como objetivo a atitude investigativa do aluno diante da língua e da literatura.

Pretende-se levar o aluno a observar o fato lingüístico e literário, a identificar um problema e analisá-lo, descrevê-lo ou explicá-lo, por meio de elaboração de hipóteses para a sua possível solução.

Para tanto, o aluno é introduzido em teorias lingüísticas e literárias que possibilitem a busca de conhecimento novo e não a reprodução do já sabido. Assim, afirma-se a função da faculdade como produtora de conhecimento e como co-responsável pela busca de soluções para as questões sociais do país.

Mercado de Trabalho

O licenciado em Letras está habilitado a atuar em um campo de trabalho que hoje se apresenta promissor, considerando que a linguagem, verbal e não-verbal, constitui e organiza todas as esferas das sociedades letradas. Dentre as possibilidades de atuação profissional, destacamos:

  • No ensino fundamental e médio, nas disciplinas Língua Portuguesa e Língua Espanhola, e suas respectivas literaturas;
  • Em curso instrumental de Língua Espanhola;
  • Em curso de Português como 2ª língua (para estrangeiros);
  • Em cursos à distância (pela Internet, por exemplo) como professor / tutor de Língua Portuguesa e Espanhola;
  • Revisão de textos, em Língua Espanhola e Portuguesa;
  • Tradução de textos de Língua Espanhola para Portuguesa e vice-versa;
  • Pesquisa e produção de material de referência, antologias, enciclopédias, coletâneas, dicionários, manuais didáticos, publicações temáticas, etc;
  • Secretariado executivo monolíngüe ou bilíngüe;
  • Elaboração de videoconferências sobre linguagem, língua (Portuguesa e Espanhola) e literatura (de línguas Portuguesa e Espanhola);
  • Correção de Redações de vestibulares e concursos;
  • Consultoria e assessoria na área de linguagem (Língua Portuguesa e Espanhola) e literaturas (de Língua Espanhola e Portuguesa) para empresas públicas e privadas, embaixadas, agentes de mercados internacionais e outros;
  • Gerenciamento de livrarias especializadas na área;
  • Co-produção de programas de rádio e TV, de filmes, vídeos e cd-rom’s 

Matriz Curricular do Curso

Avaliação

A fim de propiciar o aperfeiçoamento contínuo e o crescimento qualitativo do curso, atribui-se, ao Instituto Superior de Educação e ao Colegiado do Curso de Letras, a responsabilidade pela avaliação e aprovação do projeto pedagógico.

A FUCAMP tem incentivado a participação de seus docentes no sistema de avaliação externa. Essas atividades revertem em contribuição para o aperfeiçoamento da concepção e objetivos delineados no projeto, assim como para o perfil do profissional que se pretende formar.

Nesse sentido, estabeleceu-se que, no final de cada dois semestres letivos, o Colegiado de Curso reunirá com vistas à discussão sobre a coerência das atividades desenvolvidas no período.