Engenharia Civil

Engenharia Civil

Bacharelado em Engenharia Civil

Autorizado pela Portaria Ministerial nº 693, de 17 de dezembro de 2013
Regime: Semestral
Modalidade: Bacharelado
Turno: Noturno
Nº de vagas: 100 vagas anuais
Duração: 5 anos (10 períodos)
Critérios de avaliação: 100 pontos distribuídos por semestre, sendo necessário a obtenção de, no mínimo, 60 pontos para aprovação
Coordenador(a): Prof. Mestre Emiliano Silva Costa
E-mail: eng.civil@fucamp.edu.br

Apresentação

A organização curricular do curso de Engenharia Civil da FACIHUS faz parte do pressuposto de que o engenheiro civil deve constituir-se em um profissional com sólida formação científica, técnica e política, de modo a permitir uma prática crítica e consciente da necessidade de transformação social. Além de engenheiro civil, que é aqui concebido como base de sua identidade profissional, ele deve estar qualificado para atuar também no ensino da Engenharia Civil considerado este último como tarefa educativa a ser desenvolvida de forma integrada com outras referentes à gestão e organização dos serviços de ENGENHARIA CIVIL.

Com base nas diretrizes curriculares nacionais do curso de graduação em ENGENHARIA CIVIL, a Faculdade de Ciências elaborou sua proposta curricular com base nestas diretrizes, norteando-se ainda pelos referenciais nacionais e internacionais de qualidade e pelo perfil da região, assim como pelos avanços científicos e tecnológicos atuais.

Sendo assim, a presente grade curricular representa a seleção de conhecimentos que, no atual contexto, são considerados como os mais relevantes para a construção da identidade do engenheiro civil com o perfil do egresso anteriormente definido.

O Currículo para a formação do engenheiro civil é organizado tendo em vista os princípios e diretrizes a seguir:

Sólida formação teórica

Significa que o currículo deve possibilitar o acesso a referenciais teóricos para alcançar a compreensão da ENGENHARIA CIVIL em todas as suas dimensões, permitindo o entendimento das relações recíprocas entre os elementos que compreendem a prática da ENGENHARIA CIVIL e as condições sociais mais amplas que a definem e condicionam. Nesta proposta a teoria se constitui, pois, em ferramenta para a compreensão, análise e crítica da prática profissional.

Com o objetivo de alcançar um ensino de qualidade, prioriza-se a constante atualização dos projetos pedagógicos dos cursos, por meio da atualização curricular e também reformulação dos conteúdos programáticos. As atualizações são realizadas tendo como parâmetros os processos de avaliação das disciplinas e/ou pela Avaliação Interna e Externa e Diretrizes Curriculares dos Cursos.

Objetivo

O curso tem por objetivo promover e transferir tecnologias de projeto e execução de serviços de engenharia civil em atendimento às demandas da sociedade, inserindo no mercado engenheiros com sólida formação técnica, econômica, ambiental e cultural. Esses engenheiros deverão também possuir formação voltada para o desenvolvimento de empreendimentos, capacidade de gestão, correta conscientização ético-profissional, bem como formação teórico-prática que lhes permita a coordenação e execução de obras civis, em condições plenas de segurança e qualidade.

Mercado de Trabalho

A Engenharia Civil é o ramo da Engenharia que atua em áreas como: planejamento, projeto, execução de estruturas e de estradas, gerenciamento de recursos hídricos e saneamento básico, geotecnia e planejamento de transportes. Projeta o meio ambiente propício à pessoa humana, procurando dar solução aos problemas de organização do espaço físico; projeta e organiza construção de edifícios comerciais e industriais, adequando-os ao meio ambiente e às condições culturais, sociais e econômicas de uma comunidade; encarrega-se do planejamento, construção e supervisão de pontes e túneis, do transporte, do saneamento básico e outras instalações; planeja uma construção com todas as suas minúcias. Participa de projetos de industrialização de objetos e mobiliários assim como projetos de programação visual e produção gráfica.

Matriz Curricular

Avaliação

Os procedimentos formais que efetivam a necessidade de avaliação com relação ao desempenho dos discentes do Curso de Engenharia Civil da FACIHUS estão baseados no critério de qualidade de excelência para a formação dos mesmos. Considerando tal critério, optou-se por um processo contínuo de avaliação, composto por dimensões quantitativa e qualitativa, tais como a assiduidade, participação nas aulas e demais atividades pedagógicas e rendimento no curso. A verificação do aproveitamento no curso é, também, efetivada contemplando-se o desempenho dos alunos em provas escritas com fins de verificação do aprendizado dos conteúdos programáticos estudados em sala de aula. Esse processo avaliativo cabe ressaltar, respeita o disposto no Regimento Interno da Instituição. Para esclarecimento, vale destacar que a avaliação do aproveitamento do aluno no curso é expressa numericamente numa escala de 0 (zero) a 100 (cem) pontos, permitindo-se o fracionamento em décimos. Quanto à assiduidade, exige-se a freqüência mínima estabelecida no regimento interno da IES de 75% de frequência.

Periódicos On-line

Links Recomendados